quinta-feira, 30 de março de 2017

MONUMENTOS AOS COMBATENTES

A guerra colonial terminou há mais de quatro décadas, mas em Portugal continuam a inaugurar-se monumentos de homenagem aos militares mortos e já rondam os 300
Entre 1974 e 2003 foram erguidos 52 desses monumentos e que as restantes duas centenas e meia foram inauguradas nos últimos 13 anos .Por iniciativa das populações, das juntas de freguesia, das câmaras municipais e da Liga dos Combatentes ou dos seus 112 núcleos espalhados pelo país ,é a expressão de um sentimento profundo nacional acerca do que foi a guerra colonial e dos sacrifícios que o povo português fez nesse conflito".

Os dados oficiais indicam que a guerra colonial matou cerca de nove mil militares em Angola, Guiné e Moçambique, deixando ainda dezenas de milhares de soldados feridos e com deficiências de vários graus.


     IREMOS ATÉ ONDE A PÁTRIA FOR, 
E SEJA EM PAZ, 
OU SEJA EM GUERRA, 
QUE ESTE CLAMOR 
VIBRE IMORTAL, 
DE MAR EM MAR, 
DE SERRA EM SERRA: 
PORTUGAL! PORTUGAL! PORTUGAL!  

HINO DO EXÉRCITO, 1945, 
LETRA DE ADOLFO S. MULLER

Sem comentários: