terça-feira, 6 de setembro de 2011

Cartas P/Portugal



Escrevi muitas cartas endereçadas, aos que deixei em pranto e angústia da incerteza do regresso, ou talvez não. Nelas relatava pouco ou nada...só a saudade, tudo o resto era marginal, procurava-mos esquecer os dias que faltavam para tornar-mos o tempo mais curto. Aqui fica um registo de Pedro Barroso, evocando a "nossa" guerra!
Enviar um comentário