quinta-feira, 25 de junho de 2009

Totobola




Antes de partir para Angola preenchi um último Totobola, na esperança de vir a ser milionário. Estava possivelmente à procura duma maneira de contornar o problema da vida militar, e poder "escapar" aos grilhões da guerra.
O boletim do Totobola inseria os factores da vitória e da derrota...a sorte na sua verdadeira essência, mas o sentido da nossa decisão estava na nossa mão ao inserirmos as respectivas cruzes.
A frase " A nossa vida é um jogo" tem aqui plena aplicação, e para todos aqueles que estiveram nas três frentes da guerra, a vida foi um autêntico Totobola.

Sem comentários: