sexta-feira, 9 de maio de 2008

"O CORREIO"






O elo mais forte da corrente que nos unia aos nossos familiares eram as notícias que nos chegavam através do correio. A ansiedade predominava até á chegada do Aurélio Sousa,logo que começava a distribuição dos aerogramas, cartas e revistas a imagem visual era gratificante, naqueles rostos o espelho de várias emoções,a alegria,a saudade e por vezes lágrimas que escorriam envergonhadamente pelas faces. Do "Puto" tinham sido transportadas toda uma panóplia de sentimentos.O correio era recepcionado pelo Aurélio em Carmona no BC12 e transportado até ao Songo, via terrestre no velhinho Jeep Willys conduzido muitas vezes pelo Gouveia, percorrendo em "altas" velocidades a distância que separava os dois locais, na ânsia de entregar as noticias o mais rápido possivel.

Sem comentários: